Resenha: batom azul – Natura Faces

Quando eu li a resenha desse batom no blog Chanel Fake, eu fiquei tipo: “Oq q ta com teseno???”  (sic). Porque digamos, a Natura é uma marca bem tradicional e é raro encontrar marcas brasileiras que disponibilizam batons de cores mais ‘alternativas’ (salvo exceções como a Eudora, Felicittá Looks, Koloss, Hator, Tracta e Vult).

Voltando a resenha, ele é um batom cremoso, e como tal a duração e pigmentação dele são um pouco comprometidas mas nada fora do normal. Mas a própria Natura diz que ele é um batom ideal pra fazer misturas, então meio que é compreensível que ele não tenha uma baita pigmentação. A aplicação dele é bem chatinha, como em qualquer batom cremoso, o que dá esse resultado menos uniforme (como vocês podem ver abaixo). Ele tem um brilho bem discreto. A embalagem é ‘clean’ como as restantes da marca e tem um espelho na tampa.

Uma coisa que eu reparei é que a borda dos lábios, principalmente perto do arco do cupido fica uma coisa bem estranha, não sei explicar, a cor fica meio desigual e a linha não fica retinha, sabe? Para passar por cima disso, eu uso um lápis azul de olho para contornar os lábios.

Para sair durante o dia em ocasiões que eu sei que eu não vou comer ou beber é ok mas nem pense em usar para ir pra barzinho, restaurante ou festas, principalmente aquelas que você pretende chegar mais tarde em casa porque você precisará fazer retoques mais frequentes. Ah, e ele sozinho (isto é, sem pó translúcido para matificar) mancha os dentes. :/

Olha, eu gostei, viu.

Eu usando o batom:

Carão, só que não
Carão, só que não

Conclusão: aprovado, com ressalvas e pontos negativos como eu disse anteriormente, para quem quer começar a usar batons de cores “não-tradicionais” pode testar esse. E como eu adoro fazer misturinhas, com certeza serão R$12,90 bem aproveitados.

Quem quiser comprar, pode encontrar na loja virtual da Natura ou com uma revendedora. Ele aparentemente é uma edição limitada.

Deixe uma resposta