Sobre Cronograma Capilar

Categorias Cabelos
cabelo loiro escuro

Você leitora, provavelmente já deve ter se deparado com esse termo por aí e deve ter se perguntado “mas o que é cronograma capilar? é de comer?” haha, você está agora no lugar certo!

O cronograma capilar, como o nome pode sugerir, é como montar uma agenda de compromissos com seus cabelos, de acordo com as necessidades dele. Ele é composto por três tratamentos: hidratação, nutrição e reconstrução. Ele é deveras importante principalmente para quem tem cabelo com química (tintura, alisamento etc), cacheados e crespos, pois estes são mais sensíveis, mas qualquer um com qualquer tipo de cabelo pode fazer tranquilo o crono. Costuma demorar um mês mas varia, de acordo com o tempo livre da pessoa e a quantidade de vezes que lava o cabelo semanalmente.

O CC também ajuda a quebrar o mito — repetido por pessoas leigas — de que qualquer máscara/creme que você deixar agir 15-30 minutos no cabelo equivale a fazer hidratação. E também entender por quê aquele creme caríssimo não deu o resultado desejado. Primeiro precisamos definir o que é hidratação e descobrir quais são as funções dos princípios ativos que a tal máscara continha.

As fases do cronograma

Hidratação

A hidratação nada mais é que reposição hídrica, ou seja, quando hidratamos nossos fios estamos repondo água.  Nosso cabelo é tecido morto a parte viva se encontra no bulbo na derme do couro cabeludo, essa parte viva é suscetível a questões alimentares, ou seja se nos alimentamos bem e ingerimos água, estamos beneficiando as células do bulbo e nossos fios crescem fortes e saudáveis. Porém isso não ocorre ao longo dos nossos fios, sendo assim precisamos hidratar a “parte morta” com cremes e cosméticos, estes repõem a água perdida aos cabelos. Principalmente as vitaminas servem como “veículo” para isso.

Exemplos de ingredientes hidratantes: aloe vera (babosa), pantenol (ou d-pantenol), Semi di Lino, água de coco, vitaminas (A, B, B5, C, D e E…), extrato de frutas, chocolate, mel (ou melado de cana, melaço e xarope da agave para veganos), açúcares, extrato de algas, extratos botânicos, glicerina/glicerina vegetal, álcoois modificados etc.

Nutrição

Esta fase pode ser substituída pela umectação (falarei sobre essa maravilha nos próximos posts). Nutrição é reposição de nutrientes, nesse caso, por convenção utilizamos o termo nutrição para tratar da reposição lipídica, ou seja, gorduras. Os lipídios são compostos naturalmente presentes nos cabelos e possuem importante papel nas suas propriedades. Os lipídios formam uma camada protetora nos fios, eles não interagem com a água, justamente por essa propriedade impedem que a mesma saia dos fios.  Logo a nutrição é uma forma de manter a hidratação nos cabelos, e manter outros nutrientes presentes nos fios, essa camada de proteção deixa as cutículas alinhadas e confere um brilho saudável aos cabelos. É importante ressaltar aqui, que os óleos usados devem ser de origem vegetal principalmente, ou seja, extraído de árvores e plantas, não confundir com o óleo mineral (vilão conhecidos dos cabelos) ou aquele de cozinha, haha.

Exemplos de ingredientes nutritivos: ceramidas, abacate, manteiga de karité, manteiga de cacau, óleo de argan, óleo de coco, óleo de amêndoas, óleo de semente de uva, óleo de oliva (pode ser azeite extra virgem), óleo de rícino (mamona), óleo de girassol, óleo de macadâmia etc.

Reconstrução

Reconstrução é reposição proteica, ou seja reposição de proteínas, principalmente de queratina.

O cabelo é uma haste fibrosa, formada por células mortas compostas de uma proteína chamada queratina. A queratina é uma proteína de função estrutural, ou seja é uma proteína que participa do tecido, dando-lhes rigidez e consistência. Formando a estrutura do fio mesmo, por isso chamamos essa etapa de reconstrução, pois depositando proteínas nos fios estamos reconstruindo a estrutura dos nossos cabelos.

Independente de seu cabelo estar muito danificado esta etapa deve ser a de menor frequência, porque, principalmente quando envolve queratina, os resultados podem ser o contrário do desejado, isto é, cabelos com efeito ‘duro’ e quebradiço. Pensa comigo, se um fio tem fissuras a queratina vai preencher essas fissuras e o cabelo vai receber o tratamento muito bem, agora se o fio não tem fissuras e colocamos queratina dele, o fio vai ficar duro (lembra que falei ali em cima que a queratina confere rigidez aos fios?) e quebradiço. Outra coisa muito importante é que para o cabelo receber queratina ele deve ser previamente tratado com hidratações e nutrições, isso é extremamente importante. Por isso existe o cronograma para que você monte uma rotina de cuidado e dê ao cabelo o que ele necessita. Recomendo que você leia o rótulo da máscara reconstrutora e siga religiosamente quando as instruções indicarem para deixar agindo 15 minutos, devido as explicações que eu dei acima.

Exemplos de ingredientes: colágeno, queratina (pode ser hidrolisada), proteína e aminoácidos do trigo, proteína de soja hidrolisada e aminoácidos (aminoácidos são os formadores das proteínas, simplificando é como se fossem os tijolinhos que formam as proteínas) como a cisteína, creatina, arginina e etc.

Uma dica para quando for comprar máscaras/cremes de tratamento é gastar pouco em máscaras de H (hidratação), gastar um pouco mais nas de N (nutrição) e gastar o que puder nas de R (reconstrução).

Outra dica é espaçar os tratamentos, 2 a 3 dias de intervalo entre cada e antes de começar um tratamento x, só lavar com um shampoo, de preferência transparente, pois o condicionar fecha as cutículas dos cabelos, impedindo melhores resultados.

Como montar?

Primeiro você tem que ter a consciência que terá que comprar 3 máscaras. Eu recomendo ter 2 máscaras de cada fase e ir alternando entre as lavagens. Observe seu cabelo, você pode começar com uma Hidratação. Se seu cabelo estiver ressecado, com frizz, se ele tiver algum tipo de química, provavelmente ele irá adorar o segundo dia de lavagem, a Nutrição. Já a Reconstrução deve ser utilizada sempre após o cabelo ter recebido hidratação e nutrição (às vezes uma só máscara promove isso), em cabelos muito quebradiços e danificados, a cada ciclo de H e N é bom fazer uma R, ou seja, se você lava seu cabelo 3 vezes na semana, você fará no 1º dia de lavagem uma H, no outro dia N e no 3º R. Porém, se seu cabelo não for muito danificado, se você tem algum tipo de química, 1 reconstrução a cada 15 dias ou 1 vez por mês já é o bastante, mas para você saber qual a melhor frequência só fazendo seu cronograma e testando as máscaras. Vou dar um exemplo de como eu poderia tratar meu cabelo que, por ter química, já tem uma tendência natural a ressecamento e quebras, lavando 3 vezes na semana:

1ª semana: H, N, N
2ª semana: H, N, H
3ª semana: H, N, H
4ª semana: N, N, R

Como eu posso classificar qual é a função da máscara que eu comprei, sendo que ela tem ingredientes hidratantes e reconstrutores, por exemplo?

R = É necessário que você verifique qual foram as reações após aplicar. Será mais ou menos assim:

1) Hidratação

– cabelo macio

– desembaraçado, leve, solto

– com movimento e até mesmo esvoaçantes.

2) Nutrição 

– também cabelo macio

– menos volume e frizz

– com brilho

– sensação de fios mais grossos e com mais caimento

3) Reconstrução 

– fios mais firmes e encorpados e resistentes

– sela as cutículas fazendo com que geralmente seque mais rápido

Obs. 1: Seu cabelo não precisa apresentar obrigatoriamente todas as reações em cada etapa.

Obs. 2: Até você definir em qual etapa entra a máscara, é bom que não se use nenhum produto (leave-in, óleos reparadores, etc), pra poder ver bem a reação do cabelo.
Obs. 3: Muitas máscaras possuem ativos de diferentes funções, basta você analisar qual está em maior quantidade e principalmente testá-lo e ver a reação do seu cabelo.

Fontes: 1, 2 e 3.

O cronograma capilar consiste em um ciclo organizado de cuidados com o cabelo. Nele você observa o que o cabelo quer e dá exatamente aquilo que ele precisa, utilizando produtos específicos para cada necessidade (shampoo, condicionador, máscara e leave-in). Em geral, esse ciclo demora um mês para se completar, mas isso pode variar, já que cada um tem uma rotina e um tipo de cabelo. – See more at: http://www.soulnegra.com.br/o-que-e-cronograma-capilar/#sthash.gYCOFB3W.dpuf
O cronograma capilar consiste em um ciclo organizado de cuidados com o cabelo. Nele você observa o que o cabelo quer e dá exatamente aquilo que ele precisa, utilizando produtos específicos para cada necessidade (shampoo, condicionador, máscara e leave-in). Em geral, esse ciclo demora um mês para se completar, mas isso pode variar, já que cada um tem uma rotina e um tipo de cabelo. – See more at: http://www.soulnegra.com.br/o-que-e-cronograma-capilar/#sthash.gYCOFB3W.dpuf
19 anos, estudante de Computação Gráfica, apaixonada por fotografias com ruído e músicas antigas. Maquiadora nas horas vagas e blogueira em tempo integral.

2 ideias sobre “Sobre Cronograma Capilar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *